© 2019 por Legião Identitária
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon

Eu Discrimino

A humanidade inteira não é minha irmã e nem minha família. Não há nada de nobre em relação à não-discriminação — conceitos como o amor, a confiança e a fraternidade perdem todo significado quando a discriminação é removida.

 

Desculpe, corações melosos — o amor não existe sem discriminação. A pessoa que "ama todo mundo" realmente não ama ninguém. Imagine se eu amasse a todos tanto quanto eu amo minha esposa... esta é uma noção ridícula — eu amo, honro e sacrificaria minha vida defendendo minha esposa antes de qualquer outro ser humano na Terra, precisamente porque eu discrimino. Da mesma forma, eu me esforço para preencher o meu círculo de amizades com pessoas que são fortes, nobres de caráter e sábias, porque eu discrimino.

 

Se você escolher a companhia de fracos, covardes e tolos em sua corte, não se surpreenda quando seu reino for destruído.
 

Nós construímos nossas casas em bases fortes porque discriminamos; nós fabricamos armas do aço mais forte porque discriminamos. A não-discriminação é a fraqueza encarnada — uma mentira que é proferida repetidas vezes na esperança de que a repetição estúpida a torne verdadeira.

 

Nos tempos futuros, os seres humanos que não são meus irmãos competirão por recursos, riqueza e poder comigo, meus filhos, minha família, minha tribo e minha nação; e, como sempre foi o caminho da natureza, os mais aptos a governar o farão. Aqueles destinados a servir cairão em seus lugares também, como eles sempre têm.
 

Os computadores, as tendências políticas, a comunicação, a educação e a melhoria tecnológica nunca mudarão essa simples faceta da existência; hierarquia natural é um axioma sobre o qual toda a vida na Terra evoluiu ao longo de milhões de anos. Todas as revoltas de servos, repetidas vezes, resultaram em mais mestres e mais escravos.

 

Eu discrimino para dar a mim mesmo, para minha família e (quando minha esposa e eu tivermos filhos), a minha prole a melhor chance de ser dominante em vez de subserviente no futuro incognoscível; e tudo isso é senso comum: você não encoraja seus filhos a andarem com colegas fracassados, viciados em drogas ou delinquentes — ensinam-lhes a discriminar cedo na vida para melhorar suas chances de serem bem sucedidos — de serem dominantes. Você ensina-lhes a não confiar em estranhos; na verdade, a discriminar o mundo inteiro de pessoas que não conhecem. A confiança é conquistada, não simplesmente dada.

 

"Algo dado não tem valor." - Robert Heinlein
 

Muitas vezes, parece-me que somos encorajados (pelos meios de comunicação de massa, movimentos políticos, governo e instituições religiosas particulares) a abandonar o nosso senso comum e a sabedoria acumulada dos anciões em prol de sermos leais para as suas agendas. Estes são cultos falsos, projetados apenas para usurpar o poder, a liberdade e a riqueza para longe da família, dos parentes, das tribos, das pessoas e, em última instância, de você.

 

Só há uma razão para que alguém nos encoraje a enfraquecer nossas comunidades e vínculos tribais, e não é para nos tornar mais poderosos, ricos, seguros ou felizes.
 

- The Enigma of Steel

 

Please reload

Arquivo
Please reload

Temas
Autores
Please reload