O Peso das Palavras


"Um homem de palavra" era uma frase com um significado rico. Um homem de palavra era alguém que honrava sua palavra, que quando falava, dizia a verdade e todos sabiam disso. Não falava a toa. Falava com objetivo. Cada vez vemos menos pessoas dignas desse título, dessa honraria. Talvez até porque o próprio significado de honra e virtude vem se perdendo ao longo dos anos. Nós vemos, no entanto, um crescente número de pessoas com muita palavra. Pessoas arrogantes, grosseiras, que tratam a todos de forma mal. Conforme a frase da imagem, as pessoas se sentem protegidas por um escudo invisível social que as impedem de serem feitas engolirem suas palavras sujas. Normalmente pessoas assim são vazias de moral, com alguma deficiência de caráter, então utilizam a arrogância e grosseria como degrau para se sentirem superiores aos outros. Pessoas assim, porém, colecionam nada além de desprezo ao longo de sua vida. Enquanto que a cortesia gera quase sempre bons frutos, principalmente quando destinada a quem a merece. Nossa palavra deve ter valor. Àqueles que nos são amigos, devemos sempre dirigir o melhor tom. Aos inimigos, ou aqueles que nos ofendem, devemos ser rígidos, porém com poder em nossa voz, não indecência. Que seja lembrado o caso do último duelo da França, em 1967, em que Ribière desafia Defferre a um duelo após este ter dito "Cala a boca, estúpido." Homens uma vez já deram valores as suas palavras, sabiam o seu valor e suas consequências. Podemos aprender novamente

- Na imagem, praticante de Akademisches Fechten (Mensur), sociedades de estudantes que praticavam duelo como forma de moldar caráter, honra e fortalecer camaradagem entra fraternidades.

#BertramSchweickert

54 visualizações
© 2019 por Legião Identitária
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon