Documentário - Sem Palavras


Divulgação de documentário importante para entender os desenvolvimentos culturais em Santa Catarina. Podemos enxergar por quais dificuldades nossa Identidade passou e superou. Devemos honrar a luta daqueles que viveram em tempos difíceis, mas que apesar das dificuldades, agarraram fortemente o sentimento de Identidade.

https://www.youtube.com/watch?v=2WMUGVvRdQA

"Direção/Richtung/Director: Kátia Klock - 2009 - 52 min. O documentário toca num assunto esquecido e não por isso pouco importante ou delicado: a perseguição de alemães no Brasil nos anos 40, durante a Segunda Guerra Mundial. A história é simples: ao se unir aos Aliados, o Brasil passou a considerar os países do Eixo (Alemanha, Itália, Japão) seus inimigos e, portanto, japoneses, alemães e italianos passaram a ser perseguidos (em maior ou menor grau de acordo com a localidade), proibidos de falar seus idiomas em público ou divulgar suas culturas e até mesmo colocados em campos de concentração. Os documentaristas fizeram um grande trabalho de pesquisa, entrevistando centenas de pessoas em Blumenau, Pomerode, Joinville, Florianópolis, Brusque, Jaraguá do Sul, Balneário Camboriú. Também se utilizaram dos álbuns de fotos e gravações antigas das famílias entrevistadas. Visitaram os arquivos históricos das cidades e ainda pesquisaram estudos acadêmicos e livros sobre o assunto. Munida de toda esta informação, a cineasta (natural de Brusque, hoje moradora de Florianópolis e que também é descendente de alemão) fez um relato pra lá de interessante - no filme, vemos as pessoas sendo entrevistadas, fotos e imagens da época, e ainda partes encenadas (não por atores profissionais, mas por membros das famílias), estas últimas com coloração sépia, para dar aquele "clima de flashback". São várias as histórias, muitas incríveis e todas carregadas de emoção: a família que teve o carro novo que comprara com tanto custo confiscado (aqui um adjetivo técnico para "roubado") pelo governo, a família que foi pega ouvindo rádio e por isso presa, os idosos que não podiam sair de casa porque não sabiam falar português, as comunidades que tiveram que conviver com o medo, racismo e o quase- total esquecimento de suas origens, etc."


© 2019 por Legião Identitária
  • Black Facebook Icon
  • Black YouTube Icon